sábado, 21 de outubro de 2017

DETETIVES DO PASSADO - ONDE ESTÁ A ARCA DA ALIANÇA?



      A Arca da Aliança, como você deve saber, foi descrita na Bíblia como uma espécie de baú usado para guardar as tábuas contendo os Dez Mandamentos e outros objetos sagrados. Segundo os relatos, ela teria desaparecido quando um exército liderado pelo rei babilônio Nabucodonosor II conquistou Jerusalém e destruiu o Primeiro Templo, isso no ano de 587 a.C. e, desde então, seu paradeiro é incerto.

      Algumas fontes da antiguidade indicam que a Arca da Aliança pode ter sido escondida antes de Jerusalém ser invadida, enquanto outras apostam na possibilidade de que ela tenha sido destruída quando a cidade foi tomada ou, ainda, levada à Babilônia.
      Também existe a lenda de que a arca pode ter sido levada até a Etiópia (onde ela estaria até hoje  na Igreja de Santa Maria de Sião) ou que ela permanecerá escondida até a chegada do novo messias. O fato é que ninguém sabe dizer que fim a Arca da Aliança levou.
FONTE: MEGACURIOSO

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

CRIANÇAS E ADULTOS COM DEFICIÊNCIA EXPERIMENTAM GRAVIDADE ZERO




      A Agência Espacial Européia (ESA) e a Novespace, subsidiária da CNES, ofereceram uma experiência de gravidade zero para oito crianças fisicamente debilitadas, com a ajuda da associação que organiza o evento, “Rêves de Gosse”.

      As crianças vieram de cinco países: Reino Unido, França, Alemanha, Bélgica e Itália – e embarcaram no Airbus A310 Zero G em Bordeaux, França.

      A falta de peso é produzida na grande área de cabine desta aeronave durante manobras aéreas repetitivas.




      As crianças também participaram de experimentos educacionais, incluindo a iluminação de uma vela, misturando líquidos de diferentes densidades, jogaram ping-pong com bolhas de água e trabalharam com um centrifugador para demonstrar os efeitos da gravidade zero.

        Tim Peake (Reino Unido), Frank De Winne (Bélgica), Maurizio Cheli (Itália), Thomas Reiter (Alemanha), Claudie Haigneré e Jean-Francois Clervoy (França) orientaram as crianças a bordo e responderam às suas perguntas.



      Dois adultos com deficiência: um ex-atleta e personalidade da televisão alemã, Samuel Koch, um forte defensor de causas deficientes, e Philippe Carette, um voluntário e piloto, também participaram do voo.

      “A ESA está encantada em apoiar esta iniciativa. Educar e inspirar a audiência tão diversa quanto possível, incluindo a juventude, a ciência e os vôos espaciais, está entre as nossas prioridades e a extensão desta missão de divulgação a crianças de todas as capacidades é duplamente gratificante”, disse o diretor-geral da ESA, Jan Wörner.

      O voo foi organizado pela “Rêves de Gosse”, que trabalham há mais de 20 anos para trazer crianças “extraordinárias” (afetadas por deficiência ou doença) e crianças “comuns”, trabalhando em projetos educacionais relacionados à aviação.



      Organizações em cinco países selecionaram as crianças: a Fundação Richard em Lyon, França; Universidade alemã de esportes em Colônia, na Alemanha; Nós voamos! Equipe em Seniga, Itália; Happy Days Children Charity em Luton, Reino Unido; e a Fundação Saint-Luc em Bruxelas, Bélgica.

FONTE: http://geekness.com.br

.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

GRANDES OBRAS DE ARTE DA HUMANIDADE - O GRITO







      O Grito (no original Skrik) é uma série de quatro pinturas do norueguês Edvard Munch, a mais célebre das quais datada de 1893. A obra representa uma figura andrógina num momento de profunda angústia e desespero existencial. O plano de fundo é a doca de Oslofjord (em Oslo) ao pôr-do-Sol. O Grito é considerado como uma das obras mais importantes do movimento expressionista e adquiriu um estatuto de ícone cultural, a par da Mona Lisa de Leonardo da Vinci.





segunda-feira, 16 de outubro de 2017

FAMOSOS QUE PROVAVELMENTE NÃO EXISTIRAM DE VERDADE - SHAKESPEARE




      Como é possível que um plebeu provinciano tenha se tornado um dos escritores mais prolíficos, mundanos e eloquentes da história? Até mesmo no início da carreira, Shakespeare contava histórias que exibiam conhecimento profundo sobre assuntos internacionais, capitais europeias e história, assim como familiaridade com a corte real e a alta sociedade. As mais de 40 peças e 154 sonetos apresentam um vasto conhecimento em diversas áreas, como política, geografia e latim – sendo que Shakespeare só teria passado apenas cinco ou seis anos na escola, segundo historiadores. Além disso, as obras utilizam mais de 29 mil palavras diferentes, um vocabulário maior que o do dicionário de inglês da época.

      Por essa razão, alguns teóricos sugeriram que um ou vários autores que queriam esconder sua verdadeira identidade usaram a pessoa de William Shakespeare como fachada. Os candidatos incluem Edward de Vere, Francis Bacon, Christopher Marlowe e Mary Sidney Herbert.

      A maioria dos estudiosos e historiadores da literatura continuam céticos com relação a essa hipótese, embora muitos suspeitem que Shakespeare, às vezes, tenham colaborado com outros dramaturgos. Por outro lado também era comum um dramaturgo se inspirar em outro ou mesmo escrever a quatro ou mais mãos. Quando um texto era vendido para uma companhia de teatro, ele não pertencia mais aos autores.


FONTE: http://arteref.com/

domingo, 15 de outubro de 2017

DIA DO PROFESSOR... A ORIGEM DA DATA



      O Decreto Federal nº 52.682, em 1963, criou, oficialmente, o Dia do Professor. O dia 15 de outubro não foi escolhido à toa. A data marca a criação dos cursos primários em todo o país pelo imperador D. Pedro I. 

      A data comemorativa do Dia do Professor, pois, faz remissão ao decreto imperial, de 15 de outubro de 1827, que trata da primeira Lei Geral relativa ao Ensino Elementar. Este decreto, outorgado por Dom Pedro I, veio a se tornar um marco na educação imperial, de tal modo que passou a ser a principal referência para os docentes do primário e ginásio nas províncias. A Lei tratou dos mais diversos assuntos como descentralização do ensino, remuneração dos professores e mestras, ensino mútuo, currículo mínimo, admissão de professores e escolas das meninas. A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi a de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje, ensino fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc) para a economia doméstica.

      A Lei de 15 de outubro também inovou no processo de descentralização do ensino, ao mandar criar escolas de primeiras letras em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império. Hoje, além da descentralização do ensino, para maior cobertura de matrícula do ensino fundamental, obrigatório e gratuito, o poder público assegura, por imperativo constitucional, sua oferta gratuita, inclusive, para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria (Inciso I, artigo 208, Constituição Federal).

FONTE: www.egov.ufsc.br por Vicente Martins

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

SÍNDROME COFFIN-LOWRY




       A Síndrome Coffin-Lowry síndrome é uma condição genética que afeta várias partes do organismo. Os sintomas e a severidade variam de pessoa para pessoa, no entanto, os homens normalmente são mais afectados do que as mulheres. Estima-se que tenha uma prevalência de 1 a 9/100.000 nascimentos. Tem uma hereditariedade ligada ao X dominante. A idade de início é a neonatal e a infância.

Causas


As mutações no gene RPS6KA3 são as responsáveis por causar esta síndrome.


Sinais e Sintomas





  • Alterações faciais
  • Anomalias dentárias
  • Anomalias visuais
  • Problemas cardíacos
  • Baixa estatura
  • Microcefalia
  • Cifoescoliose e outras anormalidades esqueléticas
  • Gota
  • Deficiência mental e atraso no desenvolvimento.


  • Tratamento

           Não existe cura para esta doença, o tratamento é apenas sintomático. A gestão adequada desta patologia deve incluir uma vigilância regular dentária, testes de visão, exames cardíacos anuais e monitorização periódica devido à possibilidade de cifoescoliose. Medicamentos como o valproato, clonzapam ou inibidores seletivos de serotonina podem ser prescritos para controlar os episódios de gota. A cirurgia pode estar indicada para correção das deformidades esqueléticas.
    FONTE: https://asdoencasraras.blogspot.com/

    quinta-feira, 12 de outubro de 2017

    GRANDES OBRAS DE ARTE DA HUMANIDADE - MONA LISA




          Também conhecida como A Gioconda (em italiano, La Gioconda, "a sorridente"), é a mais notável e conhecida obra de Leonardo da Vinci, um dos mais eminentes homens do Renascimento italiano. O seu sorriso restrito é muito sedutor, mesmo que um pouco conservador. O seu corpo representa o padrão de beleza da mulher na época de Leonardo. Este quadro é provavelmente o retrato mais famoso na história da arte, senão, o quadro mais famoso e valioso de todo o mundo. Poucos outros trabalhos de arte são tão controversos, questionados, valiosos, elogiados, comemorados ou reproduzidos.


          Mona Lisa é uma das mais populares pinturas do artista renascentista Leonardo da Vinci. Também conhecida como Gioconda, foi retratada por Da Vinci entre os anos de 1503 e 1506. É uma pintura em óleo sobre madeira de álamo e está exposta no Museu do Louvre em Paris.

    Quem foi Mona Lisa

          Existe um grande mistério, mesmo entre a comunidade que estuda a História da Arte, sobre quem foi a mulher retratada nesta pintura. Existem algumas hipóteses. Poderia ser uma imagem idealizada de mulher, pintada pelo artista. Outra hipótese é que seria um autorretrato de Leonardo da Vinci, vestido de mulher.

          Porém, a hipótese mais aceita no momento, defende que Mona Lisa era Lisa Del Giocondo, esposa do rico comerciante italiano Francesco del Giocondo. 

    Características principais da obra

    Mona Lisa destaca-se pela estética, técnicas e recursos artísticos utilizados. O sorriso enigmático e a expressão serena são as características mais marcantes da pintura. 

    Da Vinci buscou também retratar uma harmonia entre a humanidade e a natureza. Isto é observado na harmonia existente entre Mona Lisa e a paisagem de fundo.

    Os conhecimentos matemáticos também foram usados na confecção da obra, onde o pintor buscou atingir a perfeição e o equilíbrio.

    FONTES: http://www.suapesquisa.com/                http://obviousmag.org/



    quarta-feira, 11 de outubro de 2017

    DETETIVES DO PASSADO - ONDE ESTÁ A TUMBA DE CLEÓPATRA?




          
          Todo mundo conhece a história de Cleópatra e seu amante romano, Marco Antônio, e de como eles morreram juntos por volta do ano 30 a.C., certo? Segundo registros deixados pelo historiador Plutarco, o casal teria sido enterrado junto em uma tumba situada próximo a um templo dedicado à deusa egípcia Isis — e guardaria, além dos cadáveres dos dois, um grande tesouro composto por artefatos de ébano, marfim, prata, ouro e pedras preciosas.

          Já se passaram mais de dois mil anos do sepultamento do casal e, até hoje, a localização da tumba dos amantes permanece sendo um mistério. Em 2010, uma série de escavações foi conduzida em um sítio arqueológico conhecido como Taposiris Magna, antigo templo situado próximo a Alexandria e onde foram descobertas diversas sepulturas da época de Cleópatra, mas a da antiga rainha egípcia e do general romano não estava entre elas.

    FONTE: MEGACURIOSO

    terça-feira, 10 de outubro de 2017

    POR QUE OS BEBÊS DAS PINTURAS MEDIEVAIS TÊM CARA DE ADULTOS?

          Se você gosta de observar detalhes de obras de arte, possivelmente já reparou no fato de que algumas pinturas feitas durante a Idade Média apresentam bebês cujos rostos se parecem com o de pessoas bem mais velhas, certo?
         O Mental Floss divulgou as observações do professor de História da Arte Matthew Averett, da Universidade Creighton. De acordo com ele, esses traços mais adultos em bebês eram feitos propositalmente, e só deixaram de existir durante o Renascimento, quando os bebês eram representados com rostos bochechudos e infantis.
          Ao que tudo indica, esses bebês adultos, digamos assim, eram representados dessa forma por causa de Jesus, já que quase todas as pinturas feitas na época foram encomendadas pela Igreja e, portanto, a maioria dos bebês deveria ser parecida com o próprio Jesus Cristo.
          Segundo Averett, os artistas da época representavam o conceito de homúnculo, que significa “homem pequeno”, já que Jesus teria nascido perfeitamente formado.
         Por causa do conceito do bebê que nasceu maduro, criou-se esse padrão de representação de crianças e ele foi especialmente presente durante a Idade Média, já que os artistas dessa época costumavam se voltar para as representações expressionistas e tinham pouco interesse pelo naturalismo.
          Com o Renascimento, por outro lado, as expressões artísticas não religiosas ganharam muito espaço, e os nobres encomendavam retratos de seus filhos e familiares, com toques realistas – por causa disso, os bebês foram deixando de ter esse rosto adulto.
    FONTE: MEGACURIOSO

    segunda-feira, 9 de outubro de 2017

    E SE AS PRÓTESES PARA AMPUTADOS FOSSEM BONITAS DEMAIS?







        Primeiro vem, claro, a funcionalidade.

        Precisamos de coisas que sirvam para algo, uma cadeira que se senta, uma porta que se abre para pessoas e coisas passarem de um ambiente para o outro, casas para morar, carros que nos levem de um ponto a outro, roupas que, pasmem, nos esquente quando está frio e nos refresque quando baixa o calorão.


      Mas, depois disso, vem o belo. Sentado, atravessando, morando ou se locomovendo, sentindo-se aquecido ou refrescado, queremos que as coisas que estejam a nossa volta tenham certo apelo visual, nos intriguem, permanecendo com sua essência funcional, útil.





        William Roots é um designer industrial que pensou nisso, criando a ideia de produzir próteses para pessoas amputadas que melhorem sua funcionalidade e, de quebra, sejam ainda mais bonitas do que já são. A brincadeira da Exo Prosthetic Leg é escanear membros intactos para que sirvam de molde e, com uma impressora 3D, fazer partes de braços e de pernas sob medida, feita com titânio sinterizado a laser.




    FONTE: http://www.casadaptada.com.br/2017/03/e-se-as-proteses-para-amputados-fossem-tipo-bonitas-pra-cacete/

    domingo, 8 de outubro de 2017

    SE GAME OF THRONES FOSSE FEITO POR TIM BURTON











    CENTAURO ALADO: 7 ANOS DO BLOG!





          Há sete anos atrás, eu começava a jornada com o Centauro Alado. De início, o blog que serviria como âncora para a divulgação de notícias relacionadas à assuntos do meu interesse, era atualizado a cada dois ou três dias. Aos poucos, fui curtindo tanto a coisa, que passei a fazer atualizações diárias. Hoje, no dia em que o blog completa sete anos de existência, resolvi trazer um pouquinho das primeiras publicações que fiz. 

          A primeira postagem do Centauro Alado foi sobre o ganhador do Nobel Mario Vargas Llosa e sobre o seu livro "Pantaleão e as Visitadoras", que eu havia acabado de ler.



          No mesmo dia, publiquei sobre um Botero que eu havia ganho de um amigo:



          A terceira postagem do blog foi a primeira relacionada à deficiência. Era sobre um bordel para pessoas com deficiência na Holanda. Nesta época, eu ainda usava o termo "deficiente físico".


          E, por fim, a quarta postagem. Era sobre o dia do fisioterapeuta, e foi o primeiro vídeo que postei: um jogador que se lesiona e que agradece ao seu fisioterapeuta pela sua recuperação em grande estilo.


          Matei um pouquinho a saudade dos primeiros tempos. E agora, vamos aos próximos sete anos!

    Cristiano Refosco

    sexta-feira, 6 de outubro de 2017

    ESCRAVA ISAURA








          Gilberto Braga conta que a sugestão para adaptar o romance de Bernardo Guimarães partiu de sua professora de português dos tempos de ginásio. Após ler dez páginas de Escrava Isaura, o autor ligou para o diretor Herval Rossano certo de que aquela história era perfeita para uma novela.

          Lucélia Santos estreou na TV Globo como a protagonista de Escrava Isaura. O convite para interpretar o papel-título da novela partiu de Herval Rossano, após assistir o desempenho da atriz ao lado de Milton Moraes na peça Transe no 18.
          Após o sucesso de Escrava Isaura, Lucélia Santos protagonizou diversos filmes baseados na obra de Nelson Rodrigues. Segundo a atriz, o escritor, que era fã da novela, se encantou com seu trabalho e com a personagem. Nelson ligava com frequência para Gilberto Braga para saber o que aconteceria a Isaura nos próximos capítulos.

          Em determinado momento, a Censura Federal proibiu o uso da palavra “escravo” e a saída encontrada pelo autor foi trocá-la por “peça”. Lucélia Santos também se recorda da ação da Censura em uma cena em que Isaura se revolta e quebra seu quarto inteiro. Segundo a atriz, a cena foi gravada, mas não foi exibida por considerarem incompatível com a imagem de mulher submissa da personagem.


          A novela obteve grande sucesso, no Brasil e no exterior, alcançando países do então bloco comunista. Em Cuba, por exemplo, o racionamento de energia chegou a ser suspenso para que os telespectadores não perdessem os capítulos. Na China, Lucélia Santos ganhou o Prêmio Águia de Ouro, com os votos de cerca de 300 milhões de pessoas – foi a primeira vez que uma atriz estrangeira recebeu um prêmio no país.


          Escrava Isaura foi responsável pelo sucesso de venda da versão do livro de Bernardo Guimarães para o chinês e também ultrapassou as expectativas na Polônia, onde milhares de pessoas lotaram um estádio para assistir a uma competição de sósias dos personagens Isaura e Leôncio. Já na Rússia, a palavra “fazenda” foi incorporada ao vocabulário nacional.

          No final de 1985, Escrava Isaura já havia sido vendida a 27 países. A atriz Lucélia Santos visitou todos eles e recebeu diversos prêmios, como o Latino de Ouro, concedido pela Emissora Caracas de Rádio e Televisão, na Venezuela. Rubens de Falco, que acompanhou Lucélia Santos na maioria dessas viagens, recordava a recepção que tiveram na Polônia, onde centenas de pessoas os receberam ainda no aeroporto e fãs lotaram as ruas da cidade para aplaudi-los.
          Passados 40 anos de sua estreia, Escrava Isaura ainda está na lista das novelas mais comercializadas no exterior. Já foi exibida sete vezes na França, cinco na Alemanha e três na Suíça e chegou a países africanos como Congo, Gabão, Gana e Zimbábue. Dados consolidados pela Diretoria de Negócios da Globo mostram que a novela, em janeiro de 2016, é a quinta no ranking de programas mais vendidos ao exterior pela Globo, somando 104 países licenciados a exibi-la. 
          Entre dezembro de 1979 e janeiro de 1980, a novela foi reapresentada num compacto de 30 capítulos, reeditados por Ubiratan Martins. A partir de setembro de 1982, foi ao ar dentro do programa TV Mulher. Em 1990, a reprise de Escrava Isaura encerrou o Festival 25 Anos da TV Globo.

    FONTE: http://memoriaglobo.globo.com/

    GRANDES OBRAS DE ARTE DA HUMANIDADE - O BEIJO




          Este quadro é uma das obras mais conhecidas do austríaco Klimt, graças a um elevado número de reproduções. A obra pertence ao período designado de fase dourada da criação do autor e é representada por sinais característicos biológicos e psicológicos do sexo - as formas estão definidas por ornamentos retangulares (masculina) e arredondados (feminina).

    quarta-feira, 4 de outubro de 2017

    QUEM FOI LOUIS PASTEUR





        Químico e microbiologista francês (27/12/1822-28/9/1895). Criador da vacina anti-rábica. Nasce em Dôle, região leste da França, e faz o curso primário e secundário nas cidades de Arbois e Besançon. Dedica-se à pintura na juventude e forma-se em artes em 1840.



          Muda-se para Paris, em seguida, e vai estudar química e física na Escola Normal Superior. Formado, em 1847, passa a lecionar em escolas de Estrasburgo, Lille e Paris. Em 1867 torna-se professor da Universidade Sorbonne e pesquisa as doenças do bicho-da-seda.



         Descobre por meio deles que a putrefação e a fermentação são causadas por microrganismos, o que impulsiona o estudo das doenças contagiosas. Em uma experiência de 1881, realizada com seus colaboradores Chamberland e Roux, demonstra que carneiros e vacas inoculados com o bacilo atenuado da bactéria carbunculosa ficam protegidos contra a doença.



         Desenvolve as vacinas anti-rábica e contra a cólera das galinhas em 1885. Em 1888 inaugura em Paris o Instituto Pasteur, dedicado a estudos bioquímicos, no qual trabalha até morrer.

    FONTE: http://www.sohistoria.com.br/


    terça-feira, 3 de outubro de 2017

    ACESSIBILIDADE



          Em vigor desde dezembro de 2004, a Lei de Acessibilidade – Decreto de lei nº 5296 regulamenta uma série de iniciativas necessárias para promover não somente a inclusão das Pessoas Com Deficiência (PCD), bem como garantir a locomoção e acessibilidade de todos os cidadãos.

          Dentro da legislação são tratados, tanto os aspectos relacionados a prioridade de atendimento, quanto às adaptações necessários no transporte coletivos e construções, sejam elas públicas ou privadas.

          Além dessa legislação de nível federal, há também uma Norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que trata da acessibilidade em construções novas e também da adaptação necessária em empreendimentos antigos. Feita com base numa consulta pública, a Norma, assim como a Lei, contempla, além das pessoas com deficiência, os idosos, gestantes, obesos, etc.

          Acessibilidade vai além de rampas de acesso. E mesmo para essas, que são mais conhecidas, é preciso ficar bem atento quanto à inclinação e material para que garantam a acessibilidade. Por isso, é importante conhecer a legislação detalhadamente e também contratar um profissional que a conheça.

          Especialistas garantem, porém, que em prédios mais antigos, as mudanças devem ser realizadas dentro do possível – já que muitas vezes a estrutura do prédio pode não suportar o alargamento de corredores, por exemplo.


    FONTE: https://fibersals.com.br

    sábado, 30 de setembro de 2017

    CINEMA EM TIRAS - E.T., O EXTRATERRESTRE - PARTE 4



    CURIOSIDADES SOBRE E.T.


          A voz de E.T. foi fornecida por Pat Welsh, um idoso que morava na Califórnia. Welsh fumava dois maços de cigarros por dia, o que lhe deu uma voz cuja qualidade de efeitos sonoros agradava Ben Burtt. 

          A maioria das cenas de corpo inteiro foram realizadas por um dublê anão, mas as cenas na cozinha foram feitas usando um garoto de 10 anos que nasceu sem as pernas, mas um especialista em caminhar com as mãos.

          Harrison Ford fez uma participação especial no filme como o diretor da escola de Elliot, mas a cena foi cortada.

          Os médicos e enfermeiras que trabalharam em E.T. são realmente profissionais de saúde. Eles foram orientados a tratar o E.T. da mesma forma que tratariam um paciente real, de modo que o diálogo e as ações parecessem reais.

          Steven Spielberg rodou o filme em ordem cronológica para provocar respostas reais dos atores (principalmente das crianças). Todas as respostas emocionais são bem reais.

        Em um momento das gravações, Drew Barrymore, a irmã de Elliot, começou a esquecer constantemente as falas, irritando Spielberg a ponto dele gritar com ela. Mais tarde, ele descobriu que ela estava trabalhando com uma febre altíssima. Sentindo-se culpado, ele a abraçou e pediu desculpas por fazê-la chorar.


    FONTE: http://obutecodanet.ig.com.br

    ----------------




















    .